• Para ser Sócio

    Podem fazer parte da Sociedade todos os indivíduos licenciados em Medicina ou outros ramos das ciências, bem como pessoas singulares ou colectivas às quais se reconheça o interesse expresso pelos problemas da Alergologia e lmunologia e desde que se achem no gozo da sua capacidade jurídica.

    Os associados são classificados em quatro categorias:

    • a) Sócios efectivos - os licenciados que exerçam a sua actividade científica no domínio da Alergologia e lmunologia ou que neste campo manifestem interesse pelos problemas científicos ou sociais;
    • b) Sócios correspondentes - as pessoas, singulares ou colectivas, que manifestem interesse em se inscrever sob esta forma como associados e que possam contribuir para os fins da Sociedade;
    • c) Sócios honorários - as pessoas, singulares ou colectivas, que pelo mérito da sua actividade no domínio da Alergologia e lmunologia mereçam o reconhecimento público da Sociedade;
    • d) Sócios beneméritos - as pessoas ou entidades que tenham prestado serviços relevantes à Sociedade.

    A admissão dos sócios efectivos compete à decisão majoritária da Direcção, registada em acta, e a das restantes categorias é da competência da Assembleia Geral, por proposta da Direcção, com a aprovação da maioria de dois terços dos sócios presentes no pleno gozo dos seus direitos.

    O pedido de admissão como sócio efectivo terá de ser feito pelo próprio interessado em proposta que terá de recolher a assinatura de pelo menos dois sócios efectivos (Formulário pdf)

    A decisão da Direcção acerca do pedido de admissão como sócio efectivo terá de ser comunicada à Assembleia Geral e por escrito ao candidato, podendo haver lugar a recurso dirigido ao Presidente da Assembleia Geral, movido quer pelo candidato no prazo de quinze dias após receber a comunicação quer por um mínimo de dez sócios efectivos dentro de igual prazo mas após a comunicação à Assembleia Geral.

      2017 © Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica
      • Bright - Web Agency